8 dicas de como se preparar para a Black Friday

Você já está se preparando para a Black Friday 2020? Uma das datas mais aguardadas pelo comércio está chegando e promete trazer novos recordes de vendas.

A esta altura do campeonato você deve estar se perguntando: como isso é possível diante de um cenário de pandemia do coronavírus e recessão econômica?

A resposta é simples e está na transformação digital e nas mudança dos hábitos de consumo dos brasileiros promovidas pelo “novo normal”. 

Mas afinal, o que isso tem a ver com você e com seu negócio? Pois bem, isso mostra que você deve começar já sua preparação para a Black Friday para vender mais. Por isso, para te ajudar, aqui estão 8 dicas para você se dar bem.

Continue lendo!

Como se preparar para a Black Friday?

Como dissemos, a Black Friday é sempre muito esperada pelos vendedores digitais.

Só para você ter uma ideia, a data mais importante do e-commerce em 2019 chegou ao faturamento surpreendente de R$ 3,2 bilhões conforme um levantamento da consultoria Ebit/Nielsen.

Foi um crescimento de 24% em número de pedidos na comparação com o ano anterior. 

Além do mais, 418 mil pessoas aproveitaram as promoções e fizeram suas primeiras compras no comércio on-line. 

Números surpreendentes, não é?

Este ano, as expectativas estão ainda maiores, principalmente pelo grande crescimento que o e-commerce teve por conta da pandemia da COVID-19.

Afinal, milhões de pessoas passaram a comprar on-line. 

Prova disso é que o mês de abril, com as lojas físicas fechadas, registrou um número de pedidos 3,5 vezes maior que o da Black Friday de 2019.

Por isso, agora mais do que nunca, é hora de ficar de olho nas estratégias que podem potencializar os resultados da sua loja na data.

1. Comece cedo – os clientes começam a procurar ofertas em outubro

Comece a planejar a Black Friday agora.

Pesquisas mostram que mais da metade dos consumidores começam suas compras de Natal ou pesquisam para a Black Friday já em outubro. 

Portanto, este é o momento de seduzir com códigos de cupom e ofertas especiais. 

2. Aplique os descontos certos

Na Black Friday, a maioria das pessoas está procurando pelo menos 20% de desconto nos itens que compram. 

Você quer ser competitivo? Então considere a possibilidade de oferecer um brinde com seus produtos como uma forma de adoçar o negócio. 

Durante o dia de compras, quanto maior o desconto, melhor. Por isso, seja criativo com as ofertas que você oferece.

Aqui estão mais algumas dicas para você:

  • Exiba os descontos de maneira clara na página inicial  – isso ajuda seus clientes a ver claramente o que economizarão durante a Black Friday;
  • Se tiver um site, adicione um banner de contagem regressiva. Essa estratégia  gera um senso de urgência e cria entusiasmo.

3. Aposte na venda cruzada

Venda cruzada é uma estratégia de venda que consiste em sugerir produtos complementares a partir de uma primeira compra.

Não espere que seus clientes comprem apenas o que desejam. Pense no seguinte: há algum outro produto de que essa pessoa possa precisar?

Se sim, apresente mais uma opção e mostre os benefícios.

Fale em como ele poderá ajudar o cliente e o quanto ele estará economizando se aderir à oferta.

4. Atenção com o estoque

Prepare estoque, deixe tudo alinhado com fornecedores e trace uma expectativa de vendas. 

Um bom planejamento pode ser o divisor entre o sucesso e o fracasso da sua empresa neste dia.

Então, dobre a atenção com seu estoque. Faça uma análise de quais produtos entrarão em promoção.

Mas também não esqueça das formas de entregas e priorize entregas rápidas. 

Muitos dos clientes podem está fazendo a primeira compra virtual, e eles precisam ser positivamente surpreendidos nesse momento.

5. Ofereça métodos de pagamento variados

Parte de uma boa experiência de pagamento estão os métodos de pagamento diferenciados.

Atualmente existem diversas maneiras de cobrar um cliente: 

  • Dinheiro;
  • transferência bancária;
  • links de pagamentos;
  • cartões de crédito – com a opção de uso de dois cartões;
  • boleto bancário e boleto parcelado.

Escolha o que é mais vantajoso para seu negócio e ofereça diversas opções para seu cliente.

6. Atendimento

Ofereça um atendimento humanizado e sincero. Caso algum erro aconteça, não exite em informar ao cliente.

Faça com que seu time de atendimento conheça seus produtos e sua estratégia para a data.

Até porque, um atendente sem preparo causa insegurança para o consumidor e pode jogar tudo a perder.

Por isso, faça um treinamento com sua equipe, informando todas as condições de descontos, canais de atendimento, etc.

Ah, não esqueça também do pós-venda, pois de nada adianta você fazer um ótimo atendimento no dia da Black Friday  e abandonar o cliente nos atendimentos posteriores. 

7. Use as redes sociais a seu favor

As redes sociais são um grande benefício para você que vende on-line.

Então, tenha um calendário com um cronograma de postagens e invista em anúncios pagos.

Lembre-se que ao veicular anúncios no Facebook, quanto melhor for o engajamento deles, maior será o resultado.

Portanto, você deve criar campanhas no Facebook que sejam muito envolventes e compartilháveis. 

Conforme a Black Friday se aproxima, fique de olho nas hashtags para poder pegar uma “carona”. 

Descubra quais hashtags seus consumidores estão usando e como você pode incorporá-las em suas postagens. 

Hashtags como #blackfriday #blackfridaybrasil #descontos #preçobaixo são um sucesso e você deve usar e abusar delas e dos gatilhos mentais.

Certifique-se também de estimular o compartilhamento das suas ofertas através dos seguidores com seus amigos.

8. Faça uso de prova social e do boca a boca

Prova social é uma espécie de evidência utilizada para mostrar que outras pessoas compraram e aprovaram o seu produto ou serviço, provando o quão popular ou bom ele é.

Por isso, compartilhe nas redes sociais mensagens positivas que os seus clientes enviam sobre o seu produto ou serviço.

Desta forma, você faz com que suas provas sociais alcancem cada vez mais pessoas.

E quando você aplica a prova social no seu negócio, os seus clientes vão começar a vender por você, o famoso “boca a boca”.

Eu sei que isso parece estranho, mas as pessoas estão mais propensas a comprar de você a partir da opinião de um atual cliente do que de qualquer oferta que você faça.

Se você chegou até aqui, já sabe como se preparar Black Friday 2020. Então, comece o quanto antes! Aproveite para compartilhar esse conteúdo com seus amigos nas suas redes sociais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *