Como aumentar as vendas de artesanato na quarentena?

O isolamento social tem impactado o seu negócio? Não sabe como aumentar as vendas de artesanato na quarentena? Calma, não precisa entrar em desespero, pois vamos te ajudar. 

Antes de mais nada, é importante que você saiba que o novo coronavírus obrigou o cancelamento de diversas feiras e eventos destinados aos artesãos, o que certamente fez com que as vendas fossem reduzidas.

Mas isso não significa que você precisa passar esse período no vermelho. Pelo contrário, é possível potencializar ainda mais o seu negócio e faturar um bom dinheiro mesmo nesse período de recessão, se você seguir as nossas dicas.

Quer saber mais? Acompanhe a leitura!

Como aumentar as vendas de artesanato na quarentena?

1- Use e abuse das redes sociais

Não existe um momento mais perfeito que esse para você usar as redes sociais para divulgar seus produtos. Até porque a maioria das pessoas que estão em casa de quarentena, estão conectadas.

Só para você ter uma ideia do que estou falando, o consumo da internet aumentou cerca de 40% nesse período.

Mas fique atento a uma coisa: você precisa fazer o potencial cliente conhecer o seu produto. E como fazer isso se ninguém pode sair de casa?

Se seu produto é de decoração para o lar ou algo do tipo, que tal montar um tutorial em vídeo mostrando ideias de como as pessoas podem utilizar seu artigo? A mesma coisa é válida para itens do dia a dia, como brincos, pulseiras.

Seja criativo e mostre para as pessoas como seu produto pode transformar a vida delas!

Só mais uma observação: cuidado com a exposição nas redes sociais. Esteja presente nas mais populares e que se adequem ao seu negócio, como Facebook, Instagram e Pinterest.

Novamente, tenha atenção principalmente com essas duas últimas. Por terem apelos mais imagéticos, é importante que você tenha um perfil bem elaborado, com informações sobre o seu negócio e fotos de boa qualidade.

Nas próximas semanas, vamos produzir um post abordando justamente como ter fotos de qualidade para as redes, mas enquanto isso, segue umas dicas básicas.

  • Certifique-se que o ambiente esteja bem iluminado.
  • Escolha fundos neutros (preto ou branco) para que possa destacar as cores e o formato do seu produto.
  • Fotografe pelo menos em 3 ângulos (frente, de cima e lateral).
  • Limpe suas peças, pois a poeira pode prejudicar na hora de fotografar.

 Outro ponto importante é apostar na frequência de publicações, faça em torno de 3 por dia mesclando fotos e vídeos e horários diferentes. 

Leia também: 8 maiores erros ao divulgar seu artesanato no Facebook.

2- Crie e venda um curso online

Que tal ensinar as pessoas a fazerem o que você tanto ama? Um curso online é uma ótima forma de aumentar as vendas de artesanato na quarentena, já que o número de pessoas conectadas buscando conhecimento, sobretudo, maneiras de ganhar dinheiro nessa época aumentou.

E você continuará vendendo seus artesanatos, só que dessa vez, você estará investindo em um produto digital. E convenhamos, produzi-lo pode ser muito mais barato do que a produção dos seus produtos.

Mas para que você obter sucesso, é importante entregar um conteúdo de valor, que de fato vai mudar a vida das pessoas. E aí vai mais algumas dicas:

  • conheça seu público;
  • defina o formato do seu curso;
  • pesquise sobre o tema;
  • produza o conteúdo;
  • hospede seu curso online.

É claro que você pode divulgar um curso totalmente gratuito através das suas redes sociais ou de um canal no Youtube, por exemplo. No entanto, atualmente existem plataformas qualificadas que permite que qualquer pessoa crie cursos online, como:

3-Venda online

Você já faz suas vendas onlines por meio das redes sociais? Se sim, que bom, você está no caminho certo! É evidente que existem boas chances de vender pelo Facebook, Instagram e até com o WhatsApp. 

No entanto, para aumentar as vendas de artesanato na quarentena, vale a pena também conhecer algumas ferramentas pagas, os chamados “Marketplace”.

Americanas.com, Mercado Livre, ELO 7 são algumas das opções. Nessas plataformas, é possível anunciar seus produtos. Você será tarifado sobre cada venda que fizer, mas em contrapartida, seus artigos estarão expostos para milhares de pessoas.

Já o Sebrae dispõe de uma ferramenta, o Mercado Azul. Através dela você pode divulgar seus produtos gratuitamente.

Para se cadastrar é muito simples, basta acessar o site do Mercado Azul e preencher os dados.

O Sebrae disponibiliza, ainda, de forma gratuita um curso online: Como vender pela internet na crise do coronavírus

Como precificar os meus produtos na internet?

Tem dúvida sobre como precificar o seu produto para vender nas redes sociais e marketplaces? Então conheça a Planilha de Cálculos de Preços para Artesanato. 

Ela é ideal para os artesãos que sentem dificuldade em saber qual preço cobrar pelo seu artesanato e que querem uma solução simples e rápida para cobrar um preço justo, sem riscos de cobrar muito caro ou muito barato, por suas peças.

Saiba mais sobre essa ferramenta que vai te ajudar a aumentar as vendas de artesanato na quarentena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *